fbpx

AVAST diz o Windows XP tem seis vezes mais chances de ser atacado.

Faltam apenas 20 dias para o fim do suporte.

E para melhor ilustrar o ponto, fornecedor de antivírus AVAST acaba de lançar um Infográfico corretamente projetado de seu próprio, falando sobre como o Windows XP está prestes a se tornar uma plataforma operacional muito vulnerável em breve.

As estatísticas fornecidas pela empresa de segurança em seu comunicado de imprensa hoje revela alguns números internos interessantes que os fornecedores de antivírus já coletados de usuários que instalaram suas soluções.

Claro, estes são apenas estimativas com base em dados do passado, mas uma coisa é certeza de que o Windows XP é inerentemente menos seguro do que algumas das versões mais recentes dos sistemas operacionais da Microsoft:

“Nossos dados de telemetria mostra que os usuários do XP são seis vezes mais probabilidade de ser atacado do que usuários do Windows 7 e uma vez que a Microsoft pare de emitir correções, isso pode piorar.

Além de o próprio Windows XP ser um risco de segurança, o Internet Explorer no Windows XP representa uma ameaça ainda maior. A mais recente versão do navegador está disponível no Windows XP é a versão 8, tornando-se obsoletos e falta uma série de melhorias de segurança disponíveis em suas versões mais recentes. “

A empresa observa ainda que alguns de 21,5% de seus usuários do Windows XP estiver executando o Internet Explorer, o que os deixa em aberto para mais ataques – Microsoft também vai parar de fornecer atualizações para as versões suportadas do IE no Windows XP.

Em última análise, as opiniões expressas aqui não são muito diferentes do que Redmond continua a destacar, e as estatísticas também não são muito longe do que outras empresas de pesquisa de mercado.

Agora tudo se resume à base de usuário do Windows XP, nesta reta final.

 

Saiba mais no blog oficial do Avast!