fbpx

Cortana será uma assistente de produtividade em vez de pessoal, diz site

Cortana, assistente digital desenvolvida pela Microsoft, apareceu pela primeira vez em dispositivos Windows Phone 8.1 nos EUA em 2014. Embora tenha sido comercializada como assistente pessoal, nunca conseguiu ganhar força entre os consumidores, mesmo após seu lançamento em outras plataformas, incluindo o Windows 10, Android e iOS.

Parece que a Microsoft está bem ciente desse fato, com um novo relatório afirmando que a empresa está “reposicionando” Cortana como assistente de produtividade, em vez de pessoal.

Zac Bowden do Windows Central, diz que a Cortana está viva internamente na Microsoft, mas está sendo redesenhada para fornecer uma experiência de usuário mais refinada para os consumidores. De acordo com um relatório anterior, alegando que a assistente digital está sendo transferido para a Central de Ações, promovendo uma experiência baseada em digitação em vez de verbal. Isso está sendo chamado de “tela de conversação” pela Microsoft, descrito abaixo:

A tela de conversação é projetada para ser um diálogo contínuo entre o usuário e o sistema. A Cortana ainda poderá fazer tarefas comuns de assistente digital, incluindo coisas como ligar ou desligar aparelhos, pedir para definir alarmes, lembretes, previsão do tempo e muito mais, como você já pode hoje, exceto que é uma tela de conversa. Por causa disso, você pode rolar para cima e ver o que você e Cortana disseram no passado, etc.

O relatório diz que, ao fazer isso, o objetivo principal da Microsoft é integrar a Cortana de forma tão integrada ao Windows, que os usuários nem notarão que estão utilizando os recursos do assistente digital, permitindo que ele ofereça uma experiência mais produtiva.

Além disso, a Cortana interagirá com outros recursos do Windows, como a Linha do Tempo, de uma maneira muito mais significativa, escolhendo “o que é mais relevante para o usuário”. Isso também significa que, embora a Cortana permita uma experiência mais interativa para os usuários, outros recursos do Windows não serão mantidos como reféns pela falta de disponibilidade do assistente digital em determinados países.

Cortana certamente não vai desaparecer tão cedo, mas a Microsoft vai estar olhando para reposicioná-la para outras áreas do Windows em que ele pode se tornar um assistente com foco na produtividade em vez de pessoal que mostra emoções e conta piadas.

Fonte: Windows Central

x