Microsoft não tem planos para remover o Internet Explorer do Windows 10

O Microsoft Edge, baseado no Chromium, está tentando fornecer às empresas um rico conjunto de ferramentas para resolver suas preocupações de compatibilidade. O novo Edge será fornecido com um modo interno do Internet Explorer que ajudará os usuários corporativos a continuarem usando seus antigos serviços existentes no navegador.

Embora o novo Edge esteja obtendo seu próprio modo Internet Explorer, a gigante do software ainda não tem planos de remover completamente o Internet Explorer das edições do consumidor ou corporativo do Windows 10.

Em uma comunidade da IAmA no Reddit, o engenheiro do Microsoft Edge revelou que a empresa não está planejando remover o Internet Explorer no Windows 10 e o navegador continuará sendo suportado.

“O IE11 continuará sendo suportado no ciclo de vida do sistema operacional. Não há planos para remover o IE11”, escreveu o engenheiro em um post no Reddit. “Continuaremos apoiando o IE11”, acrescentou Colleen.

O Internet Explorer sempre foi fornecido no Windows e muitas empresas ainda o utilizam porque possuem serviços internos otimizados para o antigo navegador da Microsoft.

IE e Windows 7

De acordo com os últimos dados de participação de mercado, o Internet Explorer é mais popular que o antigo Microsoft Edge e a maioria dos usuários ainda está no Windows 7. O Internet Explorer é o único navegador da Microsoft disponível para o Windows 7, podendo o usuário também escolher outras alternativas de terceiros, como o Chrome ou Firefox, por exemplo.

Apesar do fim do suporte do sistema operacional marcado para o inicio de 2020, a Microsoft também está trabalhando no Edge para o Windows 7 e pode reduzir a participação no mercado do Internet Explorer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.