Microsoft removerá o Flash de seus navegadores até dezembro de 2020

Em 2017, a Microsoft anunciou um roteiro para remover o Adobe Flash do Microsoft Edge e do Internet Explorer até 2020. Hoje, a equipe do Microsoft Edge postou uma atualização sobre quando o Flash finalmente deixará de funcionar em seus navegadores.

Assim como o EdgeHTML, o Flash será completamente removido do navegador até o final de 2020. As políticas de grupo estarão disponíveis para administradores corporativos e profissionais de TI para alterar o comportamento do Flash antes dessa data.

Para seu novo navegador baseado no Chromium, a Microsoft diz que seguirá o mesmo cronograma do Google, isso significa que o Flash será desativado inicialmente e o usuário precisará reativar o Flash site por site.

É provável que poucas pessoas lamentem a passagem da tecnologia, pois o Adobe Flash teve muitos problemas ao longo dos anos, principalmente problemas de segurança. A web moderna o substituiu por padrões mais recentes, como o HTML5, e não há mais motivo para que exista, exceto para aplicativos legados. Agora, é hora da web seguir em frente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.